P O E S I A 

  • 1917 – Nós – capa e ilustrações de Correia Dias, oficinas de "O Estado de S. Paulo". 

  • 1919 – A Dança Das Horas – capa e ilustrações de Di Cavalcanti, seção de obras de "O Estado de S. Paulo". 

  • 1919 - Messidor – capa de J. Wasth Rodrigues, oficinas da Casa Editora O Livro. 

  • 1920 – Livro de Horas de Soror Dolorosa – capa e ilustrações de J. Wasth Rodrigues, oficinas de "O Estado de S. Paulo". 

  • 1922 – Era Uma Vez… - com desenhos de John Graz, edição de propriedade do Autor, impressa nas oficinas da Casa Mayença, S. Paulo. 

  • 1924 – A Frauta Que Eu Perdi – edição do Anuário do Brasil, Rio de Janeiro. 

  • 1925 – Meu – capa de Paim, propriedade do Autor, impresso na Tipografia Paulista de José Napoli e Cia., São Paulo. 

  • 1925 - A Flor Que Foi um Homem (Narciso) – capa e desenhos de J. Wasth Rodrigues, Irmãos Marrano Editores, São Paulo. 

  • 1925 - Encantamento – capa de Correia Dias, Livraria do Globo e Irmãos Marrano Editores, São Paulo. 

  • 1925 - Raça – impresso na Tipografia Paulista de José Napoli e Cia., São Paulo. 

  • 1929 – Simplicidade – Cia. Editora Nacional, São Paulo. 

  • 1931 – Carta À Minha Noiva – Cia. Editora Nacional, São Paulo. 

  • 1931 - Você – com desenhos de Anita Malfatti, Cia. Editora Nacional, São Paulo. 

  • 1932 – Cartas Que Eu Não Mandei – Editora Guanabara, Rio de Janeiro. 

  • 1938 – Acaso - (reconstituição de ornatos e letras ao gosto vitoriano, século XIX), Cia. Editora Nacional, São Paulo. 

  • 1941 – Cartas Do Meu Amor – capa e desenhos de Noêmia, Livraria Martins Editora, São Paulo. 

  • 1947 – Poesia Vária – capa de Renato Zamboni, Livraria Martins Editora, São Paulo. 

  • 1951 – O Anjo De Sal – Edições Alarico, São Paulo. 

  • 1954 – Acalanto De Bartira – capa de Renato Zamboni, vinhetas de abertura e fecho de Brecheret e ornatos de Guidal, execução gráfica de Elvino Poccai, São Paulo. 

  • 1956 – Camoniana – com apresentação de Afrânio Peixoto, para a coleção Rubáiyát, da Livraria José Olympio Editora, Rio de Janeiro. 

  • 1957 – Pequeno Romanceiro – com desenhos de Gomide e letras de Abigail, Livraria Martins Editora, São Paulo. 

  • 1961 – Rua – com fotografias de Eduardo Ayrosa, Livraria Martins Editora, São Paulo. 

  • 1965 – Rosamor – com capa de Zamboni e ilustrações de Noêmia, Livraria Martins Editora, São Paulo. 

  • 1968 – Os Sonetos De Guilherme de Almeida – capa de Renato Zamboni, Livraria Martins Editora, São Paulo [7].

  • 2010 - "Margem: Poesia" - Apresentação de Marcelo Tápia; posfácio de Carlos Vogt, Annablume; Casa Guilherme de Almeida, São Paulo.

P O E S I A  (traduções)

  • 1932 – Eu e Você – tradução do Toi et Moi, de Paul Géraldy, ilustrações de Darcy Penteado, Cia. Editora Nacional, São Paulo.

  • 1923 – O Gitanjali – de Rabindranath Tagore, Cia. Editora Nacional, São Paulo.

  • 1936 – Poetas De França – edição bilingüe, Cia. Editora Nacional, São Paulo.

  • Suíte Brasileira – terceira parte do livro de Luc Durtain Quatre Continents, coleção do Departamento Municipal de Cultura, São Paulo.

  • 1939 – O Jardineiro – de Rabindranath Tagore, capa de Santa Rosa, Livraria José Olympio Editora, Rio de Janeiro.

  • 1943 – O Amor de Bilitis (algumas canções) – de Pierre Louÿs, coleção Rubáiyát, Livraria José Olympio Editora, Rio de Janeiro.

  • 1944 – Flores Da Flores Do Mal – de Charles Baudelaire, edição bilingüe, carvões de Quirino, Livraria José Olympio Editora, Rio de Janeiro.

  • Paralelamente a Paul Verlaine – desenhos de Dorca, edição bilingüe, Livraria Martins Editora, São Paulo.

  • 1965 – Festival, de Simon Tygel, edição bilingüe, com nus de Gomide.

  • Arcanum, de Niles Bond.

  • 1967 – Os Frutos Do Tempo (Les Fruits du Temps) – de Simon Tygel, edição bilingüe, com capa de Renato Zamboni.

S e l e ç ã o   d e   p o e m a s   e   p o e s i a   c o m p l e t a 

  • 1931 – Poemas Escolhidos, Editores Waissman, Reis e Cia. Ltda., Rio de Janeiro. *1944 – TEMPO, com prefácio de Jamil Almansur Haddad e ilustrações de Quirino, Editora Flama Ltda., São Paulo.

  • 1952 – Toda a Poesia (1ª edição), seis volumes, Livraria Martins Editora, São Paulo.

  • 1967 – Meus versos mais queridos, Edições de Ouro, Rio de Janeiro.

T E A T R O

  • 1916 – Mon coeur balance e Leur ame, escritas em colaboração com Oswald de Andrade, Tipografia Asbahr, São Paulo.

  • 1921 – Scheherazada, um ato em versos, publicado em Toda a Poesia, Livraria Martins Editora, São Paulo, 1952 (1ª edição).

  • 1939 – O Estudante Poeta, escrita em colaboração com Jaime Barcelos, inédito.